Na publicação “Revisão do Estudo do Complexo do Agronegócio do Cavalo”, de 2016, o presidente da Câmara de Equideocultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Flávio Obino Filho, revela que a tropa nacional já é superior a 5 milhões de cavalos, computados os cavalos de lida, os de raça, lazer e competição. Segundo ele, chama a atenção que mesmo com a incorporação de maquinas de última geração e de ferramentas tecnológicas, o cavalo continua sendo decisivo para o desenvolvimento de atividades pecuárias e agrícolas na grande maioria das propriedades produtivas nacionais.

“A atividade movimenta anualmente R$ 16,15 bilhões e gera 610 mil empregos diretos e 2.430 mil empregos indiretos, sendo responsável, assim, por 3 milhões de postos de trabalho.” Esses são os números levantados pelo estudo que é uma atualização do trabalho “Complexo do Agronegócio do Cavalo” publicado em 2006.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta