A fisioterapia na Medicina Veterinária é uma das especialidades mais recentes, mas vem sendo muito usada no caso de tratamentos em algumas lesões principalmente em cavalos atletas. Além de trazer muitos benefícios e resultados positivos para animais competidores e com o desenvolvimento de técnicas específicas, melhoram o desempenho esportivo e bem estar desses animais. Porém, para atingir seus objetivos a conduta estipulada visa uma rigorosa elaboração estabelecendo o melhor protocolo de tratamento fisioterapêutico para a patologia do paciente. O uso de terapias convencionais no tratamento de lesões não é descartada, mas sim somada a fisioterapia.

Os benefícios da fisioterapia associada ao tratamento convencional tem como objetivo melhorar a função e qualidade dos movimentos exercidos pelos cavalos atletas, evitar possíveis lesões que podem atrapalhar no rendimento atlético, aumentam a força, amplitude e flexibilidade, recuperação mais rápidas de lesões, reparo tecidual, previne ou diminui possíveis atrofias musculares e melhora o desempenho atlético.

Para a indicação da Fisioterapia utilizando a Laserterapia, o Médico Veterinário precisa fazer a Anamnese, Exame Clínico, Exame Físico, Diagnóstico Terapêutico, e estabelecer o melhor tratamento visando a uma boa recuperação para o paciente.

A terapia com o raio laser possibilita uma aplicação não térmica, o que não causa aumento significativo de temperatura no local usado, mas causa alivio de dores agudas e crônicas e impulsiona a produção de colágeno e o ágil desenvolvimento de fibroblastos, o que implica em aumento da força de tensão da ferida e redução do tempo de cicatrização. O laser pode ser classificados em classes que vão de onde o laser atua provocando uma analgesia e até a IV que é utilizado em casos cirúrgico. Os Laser terapêuticos são os mais utilizados nesses casos, pois possuem baixa frequência, efeitos biomodulantes, analgésicos e não – térmicos. O tratamento é feito através da luz que penetra na pele, atingindo receptores específicos e estimulando uma resposta para cada tipo de lesão e/ou sintomas.

Fonte: http://clovervalleyvet.com/equine-veterinary-services/equine-therapeutic-laser.php

A Laserterapia é indicada em casos de regeneração de tendões e ligamentos, aceleração dos processos cicatriciais, neovascularização e melhora na recuperação de lesões nervosas.

Fonte: http://veterinariosanvicente.com/en/laser_caballos/

Sua aplicação clínica tem como objetivo causar efeitos antiinflamatórios e analgésicos; ajudar na cicatrização junto com outros métodos coadjuvantes,

Não são todos os casos que a Lasertearapia é indicada, é necessário uma avaliação de um Médico Veterinário para analisar as particularidades do animal e estabelecer o melhor tratamento. As principais indicações são em casos de tendinites, desmites, dores musculares, edemas, contraturas, osteoartrites, artroses e em alguns casos de feridas.

A Laserterapia no tratamento de feridas acelera o processo de cicatrização, aumentando os fibroblastos e a vascularização, possibilitando uma cicatrização mais elástica e resistente. As bordas da ferida se mantém mais viáveis, contribuindo para fechamento da lesão.

Referencias:

ARAUJO, G. H. M.; CARVALHO, A. B. B.; SANTOS, G. P.; ANJOS, J. C.; OLIVEIRA, R. S.; RABELO, R. E.; MORAES, J. M. Cicatrização de ferida profunda em equino com uso de drenagem aberta, laser de baixa intensidade e ultrassom terapêutico – relato de caso. Rev. Acad. Ciênc. Anim. 2017;15(Supl.1):S247-248. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/cienciaanimal/article/viewFile/16013/15563. Acesso em: 16 dez 2017.

Fisioterapia Equina: Laser. Publicado 1 de janeiro, 2014 pela Equisport. Disponível em: https://www.equisport.pt/artigos/fisioterapia-equina-laser/. Acesso em: 16 dez 2017.

Laserterapia, publicado pelo site El Alpino. Disponível em: http://fisioterapiaequina.com.ar/laserterapia/. Acesso em: 16 dez 2017.

MACHADO, M. V. M.; VULCANO, L. C.; HUSSNI, C. A.; ALVES, A. L. G. Efeito da Laserterapia em tendinite experimental no tendão flexor digital superficial em equinos: Estudo histológico e ultra-sonográfico. Archives of Veterinary Science v.5, p.111-115, 2000. Disponível em: http://revistas.ufpr.br/veterinary/article/view/3895/3135. Acesso em: 16 dez 2017.

PINHEIRO, M. Fisioterapia Equina: Um novo recurso no Ceará. Horse Life: Fisioterpaia e Reabilitação Equina, 2015. Disponível em: http://pecnordestefaec.org.br/2015/wp-content/uploads/2015/06/Fisioterapia-Equina-palestra.pdf . Acesso em: 16 dez 2017.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta