O evento reúne nesta edição cerca de 1.300 animais entre bovinos e equídeos. A feira abrange ainda os segmentos de floricultura, piscicultura e cursos voltados para assuntos ligados ao agronegócio.

A Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e a Federação da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado de Minas Gerais (Faemg) realizaram, nesta quinta-feira, 2 de junho de 2016, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte, a abertura oficial da 56ª Exposição Estadual Agropecuária. A solenidade de abertura contou com as presenças do vice-governador do Estado, Antônio Andrade, do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz Reis Filho, do deputado Estadual Fabiano Tolentino, do superintendente federal de Agricultura Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Dermeval Silva Neto, do presidente Faemg, Roberto Simões, do secretário adjunto da Seapa, Cleber Vilela, do diretor geral substituto do IMA, Bruno Rocha de Melo, do presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Rui Werneck, do presidente da Rural Minas, Luiz Afonso, do diretor administrativo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (EMATER), Felipe Lombardi, Sistema de Cooperativa de Crédito do Brasil, Ivan Lemos Sicoob e de Humberto Freire de Carvalho, superintendente regional do Banco do Brasil. 

A tradição do estado no agronegócio ficou evidenciada no evento. Hoje, Minas Gerais é o segundo maior estado na criação de bovinos com cerca de 23,9 milhões de animais. O estado lidera também o plantel de equídeos com aproximadamente 763 mil cabeças. Durante seu discurso, João Cruz Reis Filho enfocou a importância de eventos como a Estadual. Ele fez agradecimentos ao apoio recebido ao longo da sua gestão e celebrou os ajustes que o Parque da Gameleira recebeu recentemente na sua estrutura. “Nossa intenção é proporcionar mais dinamismo para o parque, com criação de salas, instalação aqui da Federação de Hipismo de Minas Gerais, criação de uma sala para o Guzerá, reformas e instalação de áreas de apoio ao melhoramento genético”, informou.  

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta