Encontrar um cavalo com cólica pode ser assustador e desafiador para o proprietário, porém, é crucial saber como agir nos primeiros momentos até que o veterinário chegue e examine o animal. Felizmente, a maioria dos casos de cólica são considerados leves e se resolvem com o tratamento por seu veterinário em casa.

Imagem disponível em: https://i.ytimg.com/vi/t6idMtzrGYU/hqdefault.jpg

O grau de dor que o cavalo demonstra pode variar conforme o caso que o animal apresenta e conforme as estruturas que estão envolvidas no problema. Alguns cavalos simplesmente demonstram desinteresse pelo alimento e água, enquanto outros permanecem deitados e quietos. Outros sinais ainda podem envolver suor excessivo, coices, olhar para o flanco continuamente, raspar o solo, deitar e rolar por repetidas vezes.

Manter o cavalo em pé e impedir que ele role é uma boa recomendação, mas isso depende da gravidade dos animais que o animal apresenta. Alguns cavalos se mostram mais confortáveis caminhando, então, pode-se continuar caminhando com o cavalo até que o veterinário chegue, de forma a promover o estímulo dos movimentos gastrointestinais, podendo ser mais favorável do que manter o animal na baia. Alguns casos de cólica leve se resolvem com uma caminhada ou um “passeio no reboque”.

Se o cavalo é incapaz de manter-se em pé ou caminhando, a segurança pessoal deve ser prioridade, o animal poderá ser mantido na baia e esse fato deve também ser reportado ao médico veterinário.

As cólicas podem ser determinadas como médicas/clínicas ou cirúrgicas. As cólicas médicas ou clínicas são aquelas que se resolvem em casa de maneira favorável, enquanto que as cólicas cirúrgicas requerem cirurgias e uma série de cuidados pós operatórios para evitar a reincidência.

Enquanto espera pelo médico veterinário, o proprietário deve mantê-lo informado de todas as alterações no comportamento do animal e dos sinais que ele demonstra, permitindo que o veterinário possa ter idéia da gravidade da situação em que o animal se encontra.

Uma pergunta comum dos proprietários é: “Posso dar analgésico para meu cavalo para controlar a dor?” Essa resposta pode ser dada pelo veterinário do seu cavalo quando informado do quadro que o animal apresenta, pois o mesmo já está familiarizado com o cavalo e vai avaliar os sinais que o proprietário descreve sobre comportamento e dor, podendo tomar uma decisão com base nessas informações até que chegue à propriedade.

A administração de analgésicos pode trazer alguns problemas como, por exemplo, efeitos tóxicos nos rins e intestinos, que aumentam se o animal estiver desidratado (Fato comum em cavalos com cólica, pois geralmente bebem pouca água). Dessa forma, é importante que só se administre medicamentos com a indicação do médico veterinário.

Outra dúvida comum é sobre impedir o cavalo de comer ou estimular a alimentação. Na maioria dos casos, é importante impedir que o animal coma até que o veterinário chegue e realize os procedimentos de avaliação e diagnóstico do caso. Após a resolução do quadro, a alimentação será reintroduzida de forma gradual após o período de jejum, evitando o reaparecimento dos sinais de dor abdominal.

Deivisson Ferreira Aguiar – Médico Veterinário – CRMV/ES 1569

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta