Com uma diferença de 180 votos, os expositores da 34ª Exposição Nacional, cujas inscrições foram encerradas neste último domingo (21/6/15), optaram pelo dissenso de cinco árbitros (com exclusão da maior e da menor nota, e somatório das restantes) para o julgamento dos animais adultos nos concursos de Marcha.
A outra opção, que saiu perdedora, seria o consenso de três árbitros, em que eles trabalhariam em conjunto na avaliação dos campeonatos.
A enquete aconteceu no ato da inscrição para o evento e o resultado ficou assim definido:
Dissenso de cinco árbitros = 336 votos.
Consenso de três árbitros = 156 votos

Durante a 34ª Nacional acontecerá o estudo Cinemático do Cavalo Mangalarga Marchador envolvendo morfometria, cinemática (descrição do movimento) e genética da Marcha Batida e da Marcha Picada da raça.

Tema de doutorado da médica veterinária Mayara Gonçalves Fonseca sob orientação do professor Guilherme de Camargo Ferraz, do Laboratório de Fisiologia do Exercício Equino e Farmacologia (LAFEQ) da UNESP de Jaboticabal, o trabalho contará com o uso de 18 câmeras em uma estrutura que será adequada para receber os animais que serão filmados.

A pesquisa pretende fazer uma caraterização quantitativa e detalhada de vários aspectos cinemáticos da marcha da atualidade, utilizando sistema de análise de movimento tridimensional (3D) em tempo real com dez câmeras digitais ópticas de alta velocidade. O diagrama, a dissociação e os movimentos das articulações serão avaliados em cavalos e éguas premiados, mais itens que permitirão levantar informações sobre a dinâmica da Marcha Batida e da Marcha Picada de qualidade, que não pode ser avaliada pelo olho humano.
Serão analisadas, também, quais medidas morfométricas (comprimentos e angulações ósseas) obtidas no cavalo imóvel e se estão diretamente relacionadas à qualidade da marcha, tanto no diagrama, quanto na flexão e extensão dos ângulos articulares durante o movimento.

Após a coleta de dados na Nacional 2015, Mayara passará para outra etapa do estudo, que será processar as informações obtidas. O resultado prévio da pesquisa está previsto para sair em novembro de 2015. “Acredito que vamos contribuir para o crescimento da raça. Queremos obter informações mais precisas e objetivas. Uma nova forma de enxergar a marcha, só que agora sob a lente da pesquisa”, concluiu.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta